Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \27\UTC 2007

Caros visitantes.

Cá venho eu mais uma vez alarmar, criticar com ou sem razão, mas olhem pelo menos escrevo e desabafo.

Acabei de saber que a Direcção Geral de Viação, delegação de Chaves irá enverrar as suas portas pouco mais de um ano após a sua abertura.

Parece incrível como se gasta dinheiro dos contribuintes em aberturas de instalações e depois se fecham assim sem mais nem menos. Ainda não foi divulgado, mas é certo que vai acontecer. Chaves já nem aparece no site do DGV .

Pelo que tambem me chegou aos ouvidos a DGV de Vila Real nunca deu grandes “assas” a esta delegação precisamente para concentrar o poder em Vila Real (claro), e assim justificar o fecho da delegação.

Tambem já li no jornal que a Sala de Partos e de obstetrícia irá encerrar. Lá nos deixaram sonhar com uma vitória após os protestso e corte da A24, para que não nos tirassem as Urgencias  do Hospitla Destrital de Chaves, mas foi sol de pouca dura afinal sempre vai fechar, já que os acessos rápidas para Vila Real já estão concluidos.

Espero que a quem de direito se manifeste e venha defender os nossos direitos, afinal de contas o que estão a tentar fazer á nossa cidade? condena-la ao exílio?

Morrer burros não obrigado.

Obrigado, por lerem os meus desabafos

Anúncios

Read Full Post »

Abrimos a janela do tempo

O Sr. Márcio Silva abordou numa sua resposta um tema francamente interessante.

Disse: “penso que há muita coisa feita em prol da população de Chaves, como foi a reabilitação de várias ruas, das zonas envolventes aos fortes, praças e largos, a biblioteca, a plataforma logística e por ai a diante, nem tudo o que se faz é mal feito concorde-se ou não.”.

Penso que é um assunto bastante importante pelo que abro o debate sobre este este tema.

 

Claro que muito se fez cá em Chaves em prol da população, mal seria, mas será que é assim tanto?

 

Vamos por partes e a ver se não me falha a memória.

 

Desde que eu me lembre de ser “gente”, só vi Chaves em mudanças no época do presidente Branco Teixeira. Lembro-me de ser remodelado a largo de pó e lama das caldas. Recordo-me perfeitamente de ir para lá andar de “BMX” com os amigos, lembro-me de uma senhora que vendia chocolates “sucedâneo”junto da muralha e de uma barraca de “matrecos”, bilhares, videojogos (galaxian….bons velhos tempos) e na arca frigorifica tinha sempre “rajás” e “fãs”.

Nessa altura, também foi destruído o Mercado municipal para serem construído os edifícios onde está o “Centro Comercial Charlot”. Comentou-se, no “diz que diz” que por esta obra o presidente da altura foi presenteado pela empresa construtura com não sei quantos apartamentos. Talvez tenha sido verdade, vá-se lá saber.

Recordo-me também que nessa altura foi remodelada a envolvente da torre de menagem e assim está desde essa altura.

 

Por esse anos também foi construído o Hospital Distrital de Chaves. Corria talvez o ano de 1987.

 

Nessa época também foram feitos a maior parte dos jardins da cidade, esse foi o grande legado que nos deixou o Srbranco teixeira. Até eramos conhecidos pelos lindíssimos jardins que tínhamos. Agora alguns desse jardins foram substituídos por pedra, ou por cimento pintado de verde. Sim há alguns cá na terra.

 

Penso que depois disso veio o srAlexandre Chaves. O que se fez nesse espaço de tempo, até este Sr. abandonar os Flavienses e ir sentar o cú pra lisboa no seu novo cargo de deputado ? (gentilmente dado pelo povo flaviense). Nessa altura pouco ou nada se fez, a não ser a “nova ponte” de Chaves que mais parecia um monumento a qualquer coisa, já que nem os acessos estavam feitos e assim esteve alguns anos. Penso que nessa altura se começou a falar no Polis, já não me recordo. O Sr. Alexandre chaves também pouco tempo teve de fazer seja o que for porque rapidamente deixou o poleiro para lá meter á rebelia dos flavienses o SrAltamiro Claro.

 

Penso que nessa altura se abriu o buraco das freiras e assim esteve vários anos até que o resolveram tapar da forma que hoje está.

 

Sinceramente eu não vi grandes mudanças com este autarca, porque também, pouco tempo lá esteve, porque nas eleições seguintes os flavienses repuseram a verdade nas urnas. Foi para lá este presidente que agora temos, que tem seguido os projectos dos Autarcas PS, como é o caso do POLIS. E valha-nos o POLIS para ser feita qualquer coisa cá em Chaves.

 

Limpou-se a cara á margem norte do rio, construí-se um parque infantil moderno, mas impossível de lá andar seja quem for nos dias de verão. Para alem disso já está todo destruído, porque infelizmente não se pode criar 2 postos de trabalho e meter 2 pessoas a guardar aquilo (1 de dia e outro de noite). Temos também um grande perigo nessa zona, que é a margem do rio. Anda por lá muita gente é certo, coisa que não se via antes das obras, mas seria muito pedir, se colocassem umas grades a proteger possíveis quedas para o Tâmega?

 

Foi remodelada a envolvente do forte de S.Neutel. Retiraram a terra e colocaram um empedrado.

 

Fez-se a requalificação da Rua Direita, Rua de Santo António, Rua 25 de abril e da Rua do sol.

 

A muralha caiu, e dificilmente se levantou, ate parece que tínhamos que chamar aquele programa do “Odisseia” das grandes contruçoes para levantar aquilo outra vez……a ver vamos quanto tempo fica de pé. Isto não foi uma obra programada, foi um acidente e que se teve de resolver.

 

A rua do sol até ficou bem. É uma rua de “bairro” e já merecia que tirassem o paralelo para colocar………….paralelo. A rua direita, esta bonita sim senhor, toda cheia de granito. A rua já por si é sombria não entra lá sol. Com o granito fica mais acolhedora sem dúvida parece um jazido. Não podia ter-lhe dado nome melhor, já que desde que cortaram o transito que a rua morreu por completo, que o digam os comerciantes.

 

A rua de santo antónio…..ó meu são Cristóvão, padroeiro dos condutores, protege o meu carro daqueles buracos…é impressionante. Já sei que Chaves é uma cidade antiga, do tempo dos romanos, e até acho que devemos explorar mais essa vertente, mas porra meter uma calçada romana em plena centro da cidade, é demais.

 

Portanto Sr. Marcio Silva, analizando a historia evolutiva de Chaves nestas ultima duas decadas, não vejo assim taaaantas mudanças….o senhor consegue ve-las? Consegue admitir que em 20, 25 anos se tenha feito “TANTO”?

 

EU NÃO.

Read Full Post »

Selecção Portuguesa ???

Bem isto já nem sei se é de rir ou se é para chorar….chorar……chorar e depois para cortar as veias dos pulsos.

 Ja sei que estamos na era da globalização, que o mundo é agora a “aldeia global”, e já nem temos fronteiras. Mas porra o que é uma seleção nacional de futebol, andebol, rugby, etc, etc….?

Uma seleçaõ de futebol nacional consiste num grupo de jogadores de futebol, seleccionados segundo o critério de qualidade\necessidade do selecionador nacional, escolhendo os mais competentes para atuar em defesa de seu país.

 Ora bem, se já não me importava que o selecionador não fosse Português, apesar de não gostar, já não posso concordar que os jogadores não sejam Portugueses. E quando digo PORTUGUESES é mesmo P O R T U G U E S E S e não nacionalizados.

Basta vir um brasileiro e casar (claro elas não são burras, se é jogador de futebol ha-de ter dinheiro), com uma portuguesa e tcha thaaaaaa aqui temos um Português “á la minute”.

Onde está o orgulho de ser Português, se não o é verdadeiramente?

Onde fica a responsabilidade de defender a bandeira nacional, se não é a sua bandeira?

É disto que temos, qualquer dia temos 1 jogador nacional na selecção e ainda se vai sentir mal de estar entre tanto estranjeiro.

Será isto mais uma amostra da “aldeia global”? Pois bem meus amigos flavienses, eu não me revejo neste tipo de acção. Não me revejo numa seleção nacional que tem 1 treinador e 2 jogadores brasileiro. Preferia que a seleção fosse eliminada de todas as provas por não ter qualidade do que importar talento de outros países.

Fica aqui a minha posição.

Obrigado

Read Full Post »

Centro Comercial

Ora já cá faltava. Foi anunciado o vencedor do concurso para a construção do centro comercial em Chaves.

É desta que o comêrcio tradicional vai á falência. Obrigado sr presidente João Batista.

Voçê é um fraude. Defraudou todos aqueles que votaram em si, esperando que pudesse dinamizar a cidade e as suas gentes.

Voçê por acaso sabe que os tais 802 postos de trabalho, saõ sempre contratos precários? E sabe que ordenados ganham essas pessoas? Sabe por acaso quantos postos de trabalho irá tirar o centro comercial aos comerciantes de Chaves????

O comércio tradicional de Chaves é , como quase todo o comercio tradicional no país, empresas familiares. Toda uma família depende do que se ganha na lojinha A ou B, todos dependem dos outros, é uma roda viva, um circulo fechado, e assim vamos vivendo e assim se criaram muitos doutores, engenheiros, arquitectos, professores, agricultores, etc, etc da nossa zona.

A sua excelência desde o seu poleiro sabe por acaso que nem a porcaria do dinheiro que essas empresas ganham, fica em Chaves? Vem um carro blindado buscar o “guito” dos flavienses e é levado para a capital.

Pelo menos podiam ter atribuido a obra a uma empresa da terra, ao menos algum dinheiro iria circular pelos donos da empresa, trabalhadores da mesma e fornecedores da zona.

 O que interessa é que daqui a 1 ou 2 anos, mais ou menos, vamos ter ai  uma festa de arromba com inauguração e probavelmente uma placa comemorativa na abertura do “Centro Comercial da ruina dos Flavienses”.

Cada vez somos mais fracos, mais pobres e mais burros.

 Parabens Sr presidente João Batista pelo feito, decerto ficará na história………………….Só que pelos piores motivos.

Read Full Post »

Largo das Freiras

Se ha coisas que forma muito mal feitas em Chaves, decerteza que uma delas foi sem duvida a remodelação do Largo das Freiras.
Será possível que haja algum flaviense que goste daquilo? É simplesmente uma aberração.

Ó freiras quem te viu e quem te vê, um largo airoso, verde, fresco e sossegado mesmo estando na centro da cidade. Tinha uns bons 50 lugares de estacionamento que davam um jeitaço. Não, não sou contra a modernidade nem contra o progresso, mas porra sou contra as barbaridades.

Nesto momento o largo da freiras está completamente desprovida daquele calor humano, do aconchego tão transmontano, não tem nada a ver com Chaves.

Será que só houve aquela proposta de projecto? Não acredito, deve ter sido era de algum afilhado de certeza, porque para alem de ser feio (mas os gostos são relativos) não é funcional, e os materiais não são aptos ao nosso clima nem são da nossa região. Aquele pavimento de verão reflete muito a luz, “cegando” completamente quem lá passa. Numa tarde de verão sentem-se na esplanada do “aurora”, que aliás foi o único beneficiado com as obras, e apreciem quem lá passa. É impressionante como as pessoas cruzam a praça de olhos fechados, tal é a reflexão de luz. De inverno é escorregadio quanto baste, e já lá presenciei muitas quedas, algumas delas bastante aparatosas. O que nos vale é que o clima ajuda a CMC porque já nem as nossas querias “geadas” querem nada com a terra, é quase sempre primavera.

Como gostos não se discutem nem vou dar a minha opinião mais pessoal sobre a praça, sim distitui o local, passando de um monumental largo para uma praça, mas vou dar mais uns pontos negativos sobre a “praça”, devido ao pavimento. Voçes já repararam a cor que agora tem? É horrível se no inicio era branco (não imaculado), mas branco com algumas matizes bege, agora é preto, escuro, bolorento. Algumas das pedras estão partidas, desde que uns iluminados trabalhadores da CMC resolveram espetar lá uns ferros para segurar uma barraca para um magusto. Passou um ano, mas as pedras continuam partidas.

De resto, nem uma coisinha verde para nos fazer recordas a verdura que tinha o antigo largo, nem sei para que puseram uns bancos de madeira no centro da praça, deve ser para nos sentarmos a apreciar o tanque que 80% das vezes nem ligado está. Para alem de a meu ver ser feio e perigoso pela quantidade de crianças que por ali passam, é também um “buraco para o lixo”, onde toda a porcaria vai lá parar.

Agora o mal já está feito, mas podia ser resolvido, mas espero que os senhores da CMC nem venham a este blog porque ainda lhe vou dar ideias e ainda é pior. Resolvem mudar aquilo, gastam mais dinheiro dos contribuintes e ficamos sem praça uns 2 ou 3 anos.

Read Full Post »

Feira dos Santos

Tinha que ser, a Feira dos Santos tinha que vir á baila não fosse ela A feira da cidade e a que mais polémica traz todos os anos.

Em 1º lugar o que era a feira dos Santos?

Era uma feira anual onde os prudotores agrícolas, trocavam os seus excedentes da campanha do verão e se preparavam com o que necessitavam para passar o Inverno. A feira foi evoluindo e hoje é a porcaria que é.

Não faz mais sentido fazer uma feira (1 semana) onde só ha barracas de ciganos a vender marcas marteladas prejudicando o comercio tradicional, onde há senegaleses e sei lá que povos mais a vender carteiras e bolsas marteladas pois está claro, mais uma vez prejudicando os Sr.s comerciantes que fizeram desta cidade um grande pólo de desenvolvimento na região. São eles os principais lesados. O que faz a Câmara Municipal de Chaves? e a ACISAT?

Uns recebem as contribuições autárquicas e afins e os segundos recebem as cotas dos mesmos.

Também achei graça este ano (e no anterior igual) a dispersão que os senhores responsáveis por esta feira, conseguiram fazer das barracas. Parecem Guetos. Na rua de Stº António, barraquinhas de produto Pseudo tradicionais, na zona do bairro verde e quartel a ciganada batalhavasse pelas vendas de “marcas de qualidade ZARA”, “Dolce & Gabannas” etc.

No jardim do bacalhau, Farturas, Peles e óculos de marcas caras a 2€, chineses (já não tivéssemos a nossa cota na cidade) e até concertos de musica céltica peruana …….grande conceito de musica que acabei de arranjar. Até parecia que estávamos nas altas montanhas de Machu Picchu.

Depois no lugar de sempre, as diversões……que até nem devem incomodar ninguém naquela zona que por acaso até tem um hotel que deveria ser um refugio para quem ali se instala. Mais uma vez os da terra é que se f*dem. Foi giro ver grupos de pessoas á volta dos lençóis cheios de DVDs com as ultimas novidades do mundo da 7ª arte.

Também gostei da rapidez na montagem e desmontagem das barracas na Rua se Stº. António. 2 Dias para uma empresa contratada montar 2 dezenas de barracas na referida rua, e 1 dia e meio para as desmontar. Os seja 2 dias antes da fecho do transito devido á feira, já os comerciantes da Rua de Stº antónio andavam ás moscas e como a feira foi um espetáculo em termos de vendas para eles, após a feira volta-se a fechar a rua para desmontar o “bairro de lata”. Para o próximo ano, tentem fazer como eu, deem uma volta pela cidade enquanto decorre este tipo de actividades e vão ver a “agonia” de alguns comerciantes que após 2 anos de “aperta o cinto” veem as suas vendas cair sucessivamente.

Também gostaria de saber que contrapartidas tem a empresa que aluga ou empresta o terreno onde se instalam as diversões .Nunca tinha pensado nisto até ler um artigo de opinião num jornal da terra, mas porra o gajo tem razão no que diz. Que manobras menos claras se escondem por detrás destes empréstimos\cedências?

O largo do anjo parecia fantasma e a rua direita????? Aquilo até se ouvia as moscas tal era o movimento nas lojas…….. Também pudera, com a quantidade de tachos, roupas, carteiras, lenços e edredons que havia na tão afamada feira como poderia haver compradores nas lojas?

Valha nos a ASAE.

 

Read Full Post »

Boas vindas

 Em primeiro lugar quero dar as boas vindas a todos os visitantes do blog e agradecer a visita.

O que pretendo com este blog é que se abram as mentes dos Flavienses e vejam as idiotices que se cometem na nossa terra, os erros sem culpados os devaneios autárquicos e a pasmaceira desportiva e cultural da nossa terra.

Talvez pudesse falar um pouco de min, mas sem dizer quem sou ou o meu nome ou a minha idade não adianta muito. Mas infelizmente quando estamos a falar a verdade e a demostrar o nosso descontentamento é preciso ter um pouco de cuidado, principalmente quando o nosso sustento económico depende de terceiros.

Como já viram o meu nome não aparece. Escolhi o pseudónimo de “Imperador Trajano” evitando assim represálias sobre a minha pessoa. Espero honrar a tão nobre figura histórica e com o meu contributo poder mudar alguma coisa nesta cidade………nem que sejam algumas mentalidades.

A única coisa que vos posso adiantar, é que amo a minha cidade e a minha gente, somos um povo valente e corajoso (pelo menos reza a história que o somos), mas somos tão humildes e ingênuos que deixamos que nos façam as piores malvadezas imaginárias. Ainda acreditamos na honestidade e na franqueza dos Sr.s Dr.s e dos homens que tem posições de influencia e poder na nossa sociedade.

 Até já

Read Full Post »